SEJA BEM VINDO
CRISE

Sindicato, Servidores e Vereadores buscam justiça para solução da crise em Jeremoabo BA

a crise que pegou Jeremoabo BA de cheio chega às vias da justiça.

31/01/2020 20h55Atualizado há 2 meses
Por: Pedro Son
Fonte: redação
415

A busca de soluções para resolver a crise que pegou Jeremoabo BA de cheio, com os servidores municipais com atrasos de salários, alguns deles com até dois meses de atraso, chega às vias da justiça.

Esta semana, o Sinprojer (Sindicato de servidores públicos municipais) e representantes do movimento “Todos por tudo” (que vem realizando uma série de protestos) que reúne os servidores públicos municipais, estiveram em audiência informal com o Dr. Leonardo Cândido da Costa, Promotor de Justiça da Comarca de Jeremoabo BA.  

Conforme informações de participantes da conversa, o representante do Ministério público confirmou que já notificou o municipio quanto ao alto número de contratos, concedendo prazo de 30 dias para solução do problema, cujo prazo encerra-se na primeira quinzena de fevereiro. Ainda foi conversado sobre o atraso de salários, mas apenas em torno de encaminhamentos e andamento das ações já protocoladas. .

O encontro foi avaliado como muito positivo e o movimento “Todos por tudo” destaca que as ações tem surtindo efeito para que os direitos sejam respeitados

Por outro lado, na última quinta-feira (30.01), os vereadores de oposição, protocolaram denúncia no Ministério Público Estadual (MP-BA), em função das supostas irregularidades que estariam sendo praticadas pela Gestão Municipal.  

Estiveram presentes os vereadores Ana Josefina (PSD), Antônio Chaves (PSD), Dedé de Manoel de Pedrinho (PSD), Diana de Irene (PSD), Genilson (MDB), Kaká de Sonso (PSD) e o Presidente da Câmara, Bino (PSD).

 

 

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários