Sábado, 15 de Junho de 2024
23°

Parcialmente nublado

Jeremoabo, BA

Geral DOR DE PAI

“Doeu pra caramba”, diz guarda municipal que prendeu filho na Bahia

Dois suspeitos armados entraram na loja e roubaram funcionários e proprietário

08/05/2024 às 20h56
Por: Pedro Son Fonte: correio da bahia
Compartilhe:
Imagens do assalto. Crédito: Correio da Bahia
Imagens do assalto. Crédito: Correio da Bahia

O filho do comandante da Guarda Civil Municipal de Queimadas, no norte do estado, foi pego após roubar uma loja nesta segunda-feira (6). O rapaz foi conduzido pelo próprio pai até a delegacia.

Segundo o boletim de ocorrência da Polícia Civil, dois suspeitos armados entraram na loja e roubaram funcionários e proprietário. A dupla levou R$ 3.397,00 em dinheiro do caixa. Durante a fuga, um dos homens atirou contra o estabelecimento.

A Guarda Civil Municipal foi acionada e direcionou uma equipe até a loja, que vende celulares, relógios e outros aparelhos eletrônicos. Ao chegar ao local, a Guarda pegou informações dos suspeitos e saiu em busca dos rapazes, sem sucesso.

“Ao voltar para pegar mais informação, eu lembrei das câmeras. Quando ele me passou as câmeras, eu reconheci um dos elementos como sendo meu filho, fiz outra diligência e consegui prender ele”, conta o comandante Adalberto Souza.

O rapaz, de 23 anos, foi conduzido até a Delegacia da cidade pelo pai, mas o dinheiro do roubo e a arma utilizada no crime estava com o outro suspeito, que saiu da cidade “para não chamar atenção”. “Só que eu não achei com ele nem a arma, nem o dinheiro. Segundo ele, o comparsa tinha fugido para Cansanção com o dinheiro, as armas e a roupa que foi usada no assalto”, disse.

Por conta da ausência das provas em posse dele, o jovem foi ouvido e liberado. “Ele confessou que participou, mas não ficou preso”, disse o pai.

Apesar de ser pai do suspeito, o comandante afirma que em momento algum deixaria de honrar o compromisso de liderança da Guarda. “Doeu pra caramba quando eu visualizei aquele vídeo e vi que era um filho meu, mas eu me senti com a sensação do dever cumprido”, contou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias