SEJA BEM VINDO
CINEMA

Cinema mais antigo do mundo fica na Polônia e ainda está em atividade

O cinema teve seu iniciio em 26 09 1909

26/09/2020 18h10Atualizado há 2 semanas
Por: Pedro Son
Fonte: historu.uol.com.br
138

No dia 26 de setembro de 1909 era fundado o cinema mais antigo do mundo ainda em atividade, o Kino Pionier, em Stettin, que na época pertencia à Alemanha (hoje a cidade se situa na Polônia e se chama Szcecin). A sala foi criada por um homem chamado Otto Blauert e, logo depois, assumida por Albert Pitzke, um empresário da alta sociedade. De acordo com jornais da época, o cinema oferecia "uma programação sensacional, com excelentes produções contemporâneas". Na sua estreia, três filmes foram exibidos: Der Kampf um den Glauben, Pick und Pock e Die Smaragdküste der Bretagne. Atualmente, a programação consiste em filmes poloneses, além de grandes campeões de bilheterias internacionais.

O cinema (que sobreviveu a duas guerras mundiais) foi rebatizado algumas vezes durante o século XX: primeiramente se chamava Helios, depois Welt-Theatre, mais tarde, Odra, e desde 1950 leva o nome de Kino Pionier (Cine Pioneiro). Em 1999, um cinéfilo chamado Jerzy Miskiewicz comprou o edifício onde fica a sala, que estava em péssimo estado de conservação.

No ano de 2002, o prédio estava completamente reformado. O cinema manteve sua atmosfera antiga, mas ganhou equipamentos modernos e uma segunda sala de projeção inusitada, onde os espectadores podem assistir a filmes enquanto bebem uma xícara de café ou uma taça de vinho em suas mesas. Em 2005, o Kino Pionier recebeu do livro Guinness dos Recordes o certificado de cinema mais antigo do mundo. Recentemente, descobriu-se que a sala de exibições é ainda mais antiga, com registros de projeções feitas em 1907.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários