Quarta, 24 de Julho de 2024
25°

Tempo nublado

Jeremoabo, BA

Câmara dos Deputados Câmara dos Dep...

Comissão aprova isonomia de verbas federais entre homens e mulheres na formação de atletas

As entidades que vão receber os recursos recursos públicos deverão investir igualmente nas categorias feminina e masculina

14/06/2024 às 15h41
Por: Pedro Son Fonte: Agência Câmara
Compartilhe:
Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados
Zeca Ribeiro/Câmara dos Deputados

A Comissão do Esporte aprovou proposta que condiciona o repasse de recursos públicos federais e de loterias a entidades que garantam isonomia entre categorias feminina e masculina, na formação de atletas.

O texto acrescenta a condição à Lei Geral do Esporte , que hoje já exige isonomia nas premiações a atletas e paratletas homens e mulheres.

A proposta aprovada inclui alteração da relatora, deputada Helena Lima (MDB-RR), ao Projeto de Lei 1891/22 , das deputadas Tabata Amaral (PSB-SP) e Lídice da Mata (PSB-BA). O projeto original alterava a Lei Pelé para estabelecer que, a partir de 2025, haverá paridade de investimento dos recursos públicos nas modalidades de prática esportiva entre as categorias feminina e masculina.

Helena Lima afirmou que a paridade na destinação dos recursos não teria o mesmo efeito sobre todas as modalidades, sendo provável que uma imposição como essa causasse distorções no momento da aplicação. "Há, por exemplo, modalidades em que a categoria feminina tem maior projeção, nas quais o efeito da paridade seria de redução dos recursos para as mulheres."

Segundo Lima, é mais eficaz intervir antes que essas desigualdades se estabeleçam, ou seja, no momento da formação dos atletas. "Assim poderemos equalizar as oportunidades e construir as bases para a participação igualitária de homens e mulheres no esporte", disse.

Próximos passos
A proposta será analisada em caráter conclusivo pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias