SEJA BEM VINDO
CORONAVIRUS

Luto: Brasil alcança a marca de 10 mil mortes por Covid-19

Já são 10.627 óbitos causados pelo novo coronavírus no país

09/05/2020 21h23Atualizado há 1 semana
Por: Pedro Son
Fonte: o tempo
239
internet foto:forbes brasil
internet foto:forbes brasil

O Brasil alcançou a triste marca de 10.000 óbitos pelo novo coronavírus neste sábado (9). Segundo novo balanço do Ministério da Saúde, já são 10.627 óbitos causados pela doença.

Pelo segundo dia seguido, o país ultrapassou 700 mortes confirmadas em 24 horas: foram 730 no total. Já são 155.939 pessoas infectadas no Brasil e a taxa de letalidade segue a 6,8%. Neste sábado, foram incluídos mais 10.611 novos registros a essa lista.

O país é o sexto em número de mortes no mundo todo, de acordo com a plataforma da Universidade Johns Hopkins, dos Estados Unidos, que faz o acompanhamento dos da pandemia.

Os casos de infectados pelo novo coronavírus no Brasil somam 155.939.

Novos óbitos

Os novos óbitos anunciados, porém, não necessariamente ocorreram nas últimas 24 horas - há um intervalo de tempo entre o registro do óbitos e a confirmação da infecção por coronavírus.

O número de mortes divulgado na sexta (8) foi o último recorde diário do país - 751 óbitos registrados em 24 horas. No mesmo dia, o presidente Jair Bolsonaro fez ironias sobre a realização de um churrasco no Palácio da Alvorada neste sábado (9) e chegou a falar em 3.000 convidados.

De acordo com aliados do presidente ouvidos reservadamente, ele decidiu cancelar o convite que havia sido feito a ministros e outros integrantes do governo. A repercussão negativa teria pesado em sua decisão.

Até o dia 7 de maio, pelo menos 4 estados registravam ocupação dos leitos de UTI maior do que 90%: Pernambuco, Rio de Janeiro, Ceará e Roraima. São Luís e Belém também registram uso da capacidade das UTIs superior a 90%.

Luto

Os números da pandemia no Brasil levaram o Congresso Nacional a decretar luto de três dias.

Pelo ato assinado pelos presidentes do Senado e do Congresso, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), "ficam proibidas quaisquer celebrações, comemorações ou festividades, no âmbito do Congresso Nacional, enquanto durar o luto".

Em São Paulo, estado com os piores números da doença, o governador João Doria prorrogou a quarentena obrigatória até o dia 31 de maio. Prefeitos do interior do estado se opuseram à decisão. O prefeito de São José dos Campos, Felicio Ramuth (PSDB), foi à Justiça para tentar reabrir o comércio nas últimas semanas e classificou a decisão como decepcionante.

Em Santa Catarina, onde o comércio é reaberto progressivamente em algumas cidades desde o começo de abril, o número de infectados cresceu 173% no primeiro mês de flexibilização.

Segundo especialistas, os números reais no Brasil devem ser maiores, já que há baixa oferta de testes no país e subnotificação.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Jeremoabo - BA
Atualizado às 11h18
29°
Poucas nuvens Máxima: 31° - Mínima: 21°
31°

Sensação

12.3 km/h

Vento

61.6%

Umidade

Fonte: Climatempo
Arranha-céu
Adsense Sessão Política
LIVRO MOSAICO
Municípios
RADIO VAZA BARRIS
Últimas notícias
Campina Grande Tour
Mais lidas
Banner lateral interna posição 4
Adsense lateral interna posição 5