Segunda, 27 de Setembro de 2021
32°

Pancada de chuva

Jeremoabo - BA

Câmara dos Deputados Câmara dos Deputados

Comissão homenageia dom Paulo Evaristo Arns em seu centenário

Estão em análise os destaques que podem alterar o projeto

10/09/2021 às 11h50
Por: Pedro Son Fonte: Agência Câmara de Notícias
Compartilhe:
Dom Paulo Evaristo Arns, falecido em 2016, será homenageado pela CLP - (Foto: Instituto Vladimir Herzog)
Dom Paulo Evaristo Arns, falecido em 2016, será homenageado pela CLP - (Foto: Instituto Vladimir Herzog)

A Comissão de Legislação Participativa (CLP) da Câmara dos Deputados realiza audiência pública nesta segunda-feira (13) para celebrar o centenário de dom Paulo Evaristo Arns.

O evento será às 14 horas, no plenário 6, e poderá ser acompanhado de forma virtual pelo e-Democracia.

A deputada Luiza Erundina (Psol-SP), que pediu a homenagem, lembra que dom Paulo Evaristo Arns (1921–2016) foi frade franciscano e cardeal brasileiro, e que teve sua trajetória marcada, principalmente depois que foi designado arcebispo metropolitano de São Paulo, em outubro de 1970, por aproximar a igreja da sociedade, trabalhando principalmente pelas populações mais vulneráveis.

"Dom Paulo deu prova desse compromisso inúmeras vezes ao longo da vida. Chegou a vender o palácio episcopal, usando o dinheiro arrecadado para criar centros comunitários na periferia", disse. Erundina lembrou que, ao lado da irmã, a médica Zilda Arns, ele apoiou a criação, dentro da CNBB, das pastorais da Criança, da Pessoa Idosa, e de DST/AIDS. "Em meio à ditadura, ao trabalhar pelos mais vulneráveis, exigia também oposição ativa à tirania", disse a deputada.

Anos depois, ao lado de Jaime Wright, pastor presbiteriano, dom Paulo coordenou o projeto "Brasil: Nunca Mais", até hoje um dos mais
importantes registros das violações de direitos humanos cometidas pelo
governo militar.

Debatedores
Foram convidados para o evento:
-  o secretário-geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Joel Portella Amado;
-  o bispo emérito da Diocese de Blumenau, dom Angélico Sandalo Bernardino;
-  o ex-secretário de Justiça do Estado de São Paulo e membro da Comissão Arns, Belisário dos Santos Júnior;
- a presbítera e ex-moderadora nacional da Igreja Presbiteriana Unida do Brasil (IPU), Anita Wright; e
- o educador, historiador e militante dos direitos humanos, Paulo César Pedrini.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias