SEJA BEM VINDO
CURIOSIDADE

Casamentos pelo mundo onde o casal se conhece na hora do casamento

Conheça quais culturas ainda usam dessa tradição

12/03/2020 17h47Atualizado há 3 semanas
Por: Pedro Son
Fonte: Aventuras na História
151

Desde os tempos antigos, muitas religiões adotam o casamento às cegas. Nesse tipo de casório, são os líderes da comunidade, casamenteiros profissionais ou os próprios pais que realizam as escolhas de parceiro para o jovem, sempre levando em conta as tradições que as famílias seguem.

Conheça quais culturas ainda usam dessa tradição:

1. Cultura Indiana

A cultura Hindu, não pensa apenas na união do casal, mas na junção de ambas as famílias. Porém, a vontade dos jovens é ouvida e levada em conta. Na índia, a cerimônia tem como objetivo unir pessoas das mesmas classes sociais, as famosas Castas. Os pais checam detalhadamente as finanças e a educação dos jovens. Atualmente, 95% dos casamentos indianos são arranjados.

Esse tipo de tradição também acontece no Paquistão, geralmente coordenado pelo pai da noiva, porém, de acordo com a lei islâmica, todos os casamentos devem ser consensuais.

2. Cultura Islâmica

Neste caso, o casamento é formado por uma união voluntária, portanto, necessita do consentimento do casal. Os parentes procuram potenciais candidatos, levando em conta a personalidade, questão financeira, educação e beleza. Tudo isso para que a compatilidade de ambos seja grande. Seguindo os conceitos do Islã, mulheres e homens  não podem ficar no mesmo ambiente sozinhos, todos os encontros acontecem dentro do ambiente familiar e é proibido contato físico. Após se verem várias vezes, os dois decidem se querem selar a relação ou não, e as famílias começam os preparativos.

3. Leste Asiático

Na China, Taiwan, Japão e Coreia, a prática vem sendo usada com menos frequência desde o século 20. Nos dias atuais, o método é usado nas áreas mais afastadas rurais e de renda mais baixa. Esses países levam em conta continuar com a linhagem e não os desejos pessoais dos envolvidos. O casamento só ocorre após a aprovação de ambos os pais, e os arranjos são feitos pelas famílias, não pelos noivos.

4. Cultura Judaica

No judaísmo o casamento é baseado no amor, portanto, os futuros casais têm que pelo menos conhecerem-se antes do casório. Nas comunidades, existe um sistema para unir os solteiros. O namoro começa após a família e os amigos conhecerem o possível eleito e ver se ele é digno para a união. Alguns membros também tem a opção de contratar casamenteiros para ajudar no processo.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Jeremoabo - BA
Atualizado às 12h08
30°
Poucas nuvens Máxima: 32° - Mínima: 23°
31°

Sensação

13.5 km/h

Vento

49%

Umidade

Fonte: Climatempo
Arranha-céu
LIVRO MOSAICO
Adsense Sessão Política
Municípios
RADIO VAZA BARRIS
Últimas notícias
Campina Grande Tour
Mais lidas
Banner lateral interna posição 4
Adsense lateral interna posição 5