SEJA BEM VINDO
Educação

Estudo aponta que ensino superior está estagnado no país

Informações são do Mapa do Ensino Superior no Brasil 2021,  organizado pelo Semesp e divulgado nesta terça-feira (8)

08/06/2021 10h26
Por: Pedro Son
Fonte: R7 - Karla Dunder, do R7
12
Cursinho Desafio, da Unesp em Botucatu - (Foto: ACI/FM/Unesp)
Cursinho Desafio, da Unesp em Botucatu - (Foto: ACI/FM/Unesp)

O Semesp (Sindicato das Entidades Mantenedoras de Estabelecimentos de Ensino Superior no Estado de São Paulo) apresentou nesta terça-feira (8) o Mapa do Ensino Superior no Brasil 2021, um estudo que levou em conta o número de estudantes matriculados, a evasão e o potencial de crescimento para o setor. 

Em todo o país, houve um aumento de 1,8% no número total de matrículas em cursos presenciais e EAD, tanto nas redes privada e pública. O número de matrículas na rede privada foi maior, 2,4% (cursos presenciais e EAD). Já na rede pública, 1,5% (cursos presenciais e EAD). O que indica que houve "uma estagnação do número de matrículas".

A tendência observada em outros ano de um aumento de matrículas na modalidade EAD (Ensino a distância) em relação às matrículas presenciais se mantém. Houve uma queda do número de estudantes nos cursos presenciais, em 2021, de 8,9% no número de matrículas na rede privada. Já os cursos EAD na rede privada cresceram 9,8%.

O estudo chama a atenção que apesar do crescimento dos cursos EAD, a taxa de escolarização líquida do país continua estagnada e o país segue distante das metas o Plano Nacional de Educação que prevê 33% da população de 18 a 24 anos no ensino superior até 2024. Isso ocorre porque  a modalidade EAD atinge um público de faixa etária mais velha, que não conseguiu acessar o ensino superior quando jovem ou que está em uma segunda graduação.

A taxa de evasão de alunos sem Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) e sem Prouni (Programa Universidade para Todos) foi de 26,2%. Entre os alunos com Fies, a taxa de evasão ficou em 6,4%. Considerando os estudantes com Prouni, a taxa de evasão foi de 8,8%.

Com a suspensão das aulas presenciais devido à pandemia de covid-19, com o novo modelo presencial, com aulas remotas ao vivo, diferente do modelo EAD que tem aulas gravadas e reaproveitadas em grande escala, pode atrair um público mais jovem. O estudo do Semesp também aposta uma tendência de ensino híbrido, que mistura presencial e remoto.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Jeremoabo - BA
Atualizado às 05h01
21°
Poucas nuvens Máxima: 28° - Mínima: 20°
21°

Sensação

14.8 km/h

Vento

97.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Arranha-céu
Adsense Sessão Política
LIVRO MOSAICO
Municípios
RADIO VAZA BARRIS
Últimas notícias
Anúncio
Mais lidas
Banner lateral interna posição 4
Adsense lateral interna posição 5