Terça, 24 de Maio de 2022
26°

Pancada de chuva

Jeremoabo - BA

Geral Sergipe

A programação será encerrada com a apresentação do Quinteto da Orquestra Jovem de Sergipe

Alunos do Centro de Excelência Gonçalo Rollemberg Leite participam do projeto “A Escola vem ao Arquivo”

13/05/2022 às 15h46
Por: Pedro Son Fonte: Secom Sergipe
Compartilhe:

O Arquivo Público do Estado de Sergipe (Apes) recebeu nesta sexta-feira, 13, alunos do Centro de Excelência Professor Gonçalo Rollemberg Leite, em Aracaju, para uma vivência sobre a história dos documentos da administração pública estadual. A visita é resultado do projeto “A Escola vem ao Arquivo”, que visa a desenvolver ações pedagógicas juntamente com as escolas da rede estadual, para fortalecer o papel do Arquivo Público como mediador no processo de valorização da identidade cultural, de uma cultura de preservação e da investigação científica, e do exercício do direito ao acesso à informação. Essa atividade também faz parte da programação que comemora o 99º aniversário do Apes e o bicentenário da Independência do Brasil.
 
A diretora do Arquivo Público de Sergipe, professora Sayonara Rodrigues, explicou que a instituição tem uma função social de levar para a sociedade sergipana a história, e “como nossa história é construída a partir dos documentos que nós temos. Então nós pensamos em desenvolver atividades pedagógicas com os alunos da rede estadual de ensino para eles terem essa experiência. O dia de hoje, 13 de maio, marca a abolição da escravatura no Brasil, e o que queremos mostrar a esses alunos é que esta data é fruto de um processo histórico anterior e posterior. Vamos fazer uma reflexão sobre um documento que abrigamos, que trata sobre a questão da escravidão de 1874 e que fala sobre o fundo de emancipação de escravos aqui em Sergipe”.
 
O momento foi acompanhado por alunos das três séries do Ensino Médio do Centro de Excelência Professor Gonçalo Rollemberg Leite. Para a professora Fernanda Cavalcante, de História, “essa visita está sendo bastante importante para os alunos porque eles vivenciam a experiência do historiador. Aparentemente no livro didático o conteúdo histórico parece que está pronto, e aqui eles conseguem acompanhar, olhar o documento e analisar e a partir dali pensar a construção do conhecimento histórico. Outra importância é o contato com o Arquivo Público de Sergipe, ou seja, o contato com a história sergipana e saber que tem um espaço que fala sobre tudo isso”, declarou. 
 
A aluna Rafaela Carvalho, do 1º ano do ensino médio, achou interessante a proposta do Arquivo Público. “É muito importante a gente saber mais sobre essas coisas. É um privilégio para nós estudantes estarmos em espaços como esses, descobrindo um pouco sobre a nossa história, a cultura. Estou gostando bastante dessa experiência. Essa ação nos ajuda muito a buscar mais conhecimento. É muito importante relembrar esses conteudos”, disse a jovem.
 
Os alunos também tiveram a oportunidade de assistir a uma encenação feita por Lindolfo Amaral, integrante do Grupo Imbuaça, sobre a cultura negra. O projeto "Escola vem ao Arquivo" teve início em abril e segue até o mês de novembro. A diretora do Apes, professora Sayonara Rodrigues, acrescenta que a ação está sendo desenvolvida com escolas selecionadas previamente, mas que, futuramente, será estendido para toda a rede. “Por se tratar de um projeto-piloto, estamos trabalhando para que todas as escolas sejam alcançadas. É um projeto ainda em construção. Estamos estabelecendo essa ponte com as escolas, e nossa meta é que a gente receba a visita de uma escola por mês”, finalizou.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Veja também
Ele1 - Criar site de notícias