Quinta, 27 de Janeiro de 2022
25°

Poucas nuvens

Jeremoabo - BA

Saúde CORONAVIRUS

Decreto reduz para 3 mil pessoas o número máximo de público em eventos e estádios na Bahia

bares e restaurantes devem exigir certificado de vacina

11/01/2022 às 16h02 Atualizada em 15/01/2022 às 22h29
Por: Pedro Son Fonte: Secom Bahia
Compartilhe:
imagem divulgação Secom Bahia
imagem divulgação Secom Bahia

O governador Rui Costa decidiu reduzir para até 3 mil o número máximo de pessoas em eventos em todo o território baiano, incluindo estádios de futebol. O novo decreto substitui o atual, que permite até 5 mil pessoas em eventos e teria validade até o dia 14 de janeiro.

Além do número máximo de 3 mil pessoas, os eventos devem obedecer à regra de lotação máxima de 50% da capacidade de cada local. Serão mantidas no novo decreto as obrigatoriedades da comprovação de vacinação contra a Covid-19 e do uso de máscara pelo público e demais participantes dos eventos. Essa exigência se estenderá para bares e restaurantes que, a partir de agora, devem exigir dos clientes o comprovante de vacinação.

No entanto, o governo autorizou as atividades letivas, de maneira 100% presencial, nas unidades de ensino, públicas e particulares. Outro item do decreto que chama atenção é a obrigação da comprovação de vacinação em metrô ou ônibus metropolitanos, intermunicipais e interestaduais, geridos pelo governo do Estado.

A autorização para a presença de público nos estádios de futebol na Bahia também terá o limite reduzido para 50% da capacidade do espaço, limitada a 3 mil pessoas. Além dos eventos esportivos, o decreto abrange eventos como shows fechados. Nesses casos, o limite, que atualmente é de 5 mil pessoas, também será reduzido para 3 mil.

A decisão pelo reforço de medidas de maior restrição ocorre para tentar conter o aumento de casos de infecção pelo coronavírus. O número de casos ativos na Bahia já ultrapassa a marca dos 4 mil, de acordo com o boletim mais recente divulgado pela Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias