Domingo, 17 de Outubro de 2021
20°

Poucas nuvens

Jeremoabo - BA

Geral OPINIÃO

CAINOFOBIA

uma reflexão sobre o medo do novo

09/02/2021 às 09h46 Atualizada em 16/02/2021 às 11h41
Por: Pedro Son Fonte: Padre Eliomar
Compartilhe:
CAINOFOBIA

CAINOFOBIA

Por: Padre Eliomar

Tudo que é novo nos desafia, nos mete medo, pânico, tremor, terror... O medo do desconhecido, da novidade, nos leva a CAINOFOBIA. E o que vem a ser cainofobia? “Medo exagerado da novidade, de novas situações”, novas técnicas e teorias... Podemos pegar como parâmetro para exemplificar o medo da novidade; o novo sistema de transferência bancária e pagamentos: O PIX. Isso mesmo; ainda não é visto com bons olhos para algumas pessoas... Alguns temem o vazamento de informações, outros têm medo de fraude e de sequestro, outros ainda ficam receosos em relação ao imposto de renda... Aqui só estou dando um pontapé inicial das conversas que ouço pelos corredores e por aí a fora.

Muitos questionamentos, dúvidas e receios... Alguns dizem categoricamente que não vão fazer uso desse novo sistema financeiro e ponto final... Prefiro o sistema antigo que já conheço e tenho segurança... E ainda mais, os criminosos dão nó em pingo d’água... Enrolam qualquer um com muita facilidade, frieza e calculismo; resolvem qualquer parada com maneiras criativas e alternativas... Lembrei agora de uma provocação de Jesus: “Os filhos das trevas são mais espertos que os filhos da luz” (Lucas 16,8).

A novidade nos fascina e ao mesmo tempo nos desencanta... Nos liberta e libera a voar, e ao mesmo tempo nos impede de executar... “O medo do desconhecido, da decepção e de recomeçar sempre nos impede de dar passos maiores. E a nossa felicidade ou aquilo que chamamos de felicidade vai ficando pra trás. O tempo é impiedoso. Você não tem como regravar as cenas da sua vida ou ficar ensaiando. Por isso eu prefiro o risco da decepção do que ficar pensando se daria certo ou não. Vou vivendo cada dia ao seu dia”. (Solange Solangel)

Ampliando ainda mais essa reflexão cainofóbica; venho aqui contextualizar o medo de Herodes por causa de uma criança indefesa que estava para nascer em Belém... Diante dessa NOVIDADE e ao mesmo tempo dessa CRUELDADE, ele ordena seus guardas a matarem todas as crianças com menos de dois anos de idade que encontrassem na cidade de Belém e em seus arredores. Essa novidade deixou Herodes preocupadíssimo... Até conversou em SEGREDO com os magos para um maior esclarecimento a respeito do nascimento do menino iluminado... E ainda se prontificou com um lindo gesto de solidariedade, a fazer uma visitinha para ADORAR essa bela e linda criança, assim que nascesse.

O medo da novidade nos leva a enxergar outro cenário; imaginário... Imagino que deve ser assim... Tudo bem! Vamos imaginar positivamente e viver cada dia o seu dia... Sofrer antecipadamente é angustiante... Por que temos dificuldade de abandonar nossos sofrimentos? Tudo que é novo nos desafia, representa medo, receio... O desconhecido é desafiador.

“Nunca tenha medo de confiar um futuro desconhecido a um Deus conhecido”. (Corrie Ten Boom)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias