Personalidades receberão títulos de cidadãos jeremoabenses

 três personalidades serão homenageadas com títulos de cidadãos jeremoabenses

Por Adalberto Moreno

A Câmara de Vereadores de Jeremoabo concederá, nos próximos dias, o Título de Cidadão Jeremoabense a três personalidades muito queridas no município: Dra. Tereza Cristina Alban, Ademar Bispo dos Santos (Buda) e Manoel Raimundo dos Santos (Manoel da EMATER-BA).

Os títulos de cidadania a serem concedidos foi uma indicação do atual presidente da Casa, o Vereador Antonio Chaves, e é uma forma de homenagear aquelas pessoas que não nasceram no município, mas que contribuem para o desenvolvimento da cidade.

Em entrevista ao repórter Tony Silva, da Rádio Jeremoabo FM, Chaves disse que o Título é um reconhecimento pelos relevantes serviços prestados pelo agraciados à sociedade jeremoabense. “O projeto de Decreto Legislativo de minha autoria, relativo  aos títulos  concedidos à Buda, que há mais de 35 anos tem prestado um  serviço relevante a nossa comunidade;  a Manoel da EMATER-BA, atual secretário de agricultura, que faz um excelente trabalho em prol do desenvolvimento da agricultura e à Dra. Tereza Cristina Alban, que veio de Salvador, constituiu sua família aqui e tem prestado um serviço de muita importância pra  os filhos da nossa cidade na área médica”.

Dra. Tereza é natural de Salvador, Buda de Irará, ambas na Bahia, e Manoel é natural de Umbaúba, no estado de Sergipe.

O projeto está em tramitação na câmara e deverá ser votado na próxima terça-feira, 01/11/2011. A solenidade de entrega dos títulos deverá acontecer no auditório da Câmara de Vereadores de Jeremoabo em data a ser definida, depois da aprovação do projeto, que é dada como certa.

 fonte: www.jeemoaboagora.com.br

 

Entrevista com o Deputado Felix Junior

O deputado Félix Junior do PDT foi o Deputado Federal mais votado em Jeremoabo no último pleito. Ficar atento ao que pensa e diz é importante para nós jeremoabenses. Transcrevemos entrevista do Deputado no site www.bahiatododia.com.br

O deputado Felix Jr., apesar de frequentar Brasília desde jovem, sempre pautou sua atuação na seara empresarial. Mas com a desistência de seu pai – o deputado Felix Mendonça – de concorrer em 2010, ele herdou o patrimônio político e se candidatou a deputado federal. Eleito, procura desenvolver no Congresso um trabalho em defesa da educação, que é bandeira principal de seu partido, o PDT, sem esquecer das propostas que tratam dos interesses do cidadão, outra bandeira clássica do trabalhismo. Mas quando questionado a respeito da pré-candidatura de sua irmã, a vereadora Andréa Mendonça, pelo PV, a prefeita de Salvador, ele não vacila: “caso se confirme, eu já estou todo verde”.

BAHIA TODO DIA – Deputado, estamos chegando ao fim do primeiro ano de seu primeiro mandato. Qual o balanço que o senhor faz? Já se adaptou ao ambiente parlamentar?

Félix Jr - A adaptação a Brasília não foi difícil, já conhecia um pouco do roteiro da capital do país e, claro, o Congresso. Agora, o trabalho do parlamentar é mais complicado, você chega querendo fazer as coisas, realizar ideias, quer mais celeridade, mas lá o trabalho é na base do colegiado. O processo é lento, para você ter ideia, sou da comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e tenho muita coisa para relatar, projetos por exemplo de Jutahy Magalhães, não o deputado, mas o pai dele (já falecido). Imagine. Um projeto leva até 10 anos para chegar a esse ponto. A Câmara tem o trabalho muito travado, não se desenvolve como a sociedade precisa, como deveria, fica muito a reboque do Executivo, das medidas provisórias. Essa é a realidade.


BTD – Mas isso não decepciona, leva ao desestímulo?

Félix Jr. - Não. Confesso que não é ideal, mas não desestimula o nosso trabalho parlamentar. Ao contrário, leva a gente a trabalhar, a querer mudar esse ritmo. Dedico tempo a conhecer o Regimento, o mecanismo das comissões técnicas, por onde passam os projetos, o diálogo com os companheiros e líderes partidários, todos eles, porque isso é importante para fazer as coisas andarem um pouco melhor. Claro, como sou homem da iniciativa privada, sinto a diferença, mas estou preparado para os desafios.

 

BTD – Deputado, o senhor tem andado pela Bahia, conversa sobre a eleição de 2012, ela é importante para o seu partido, o PDT. Como andam as coisas, vai tudo bem?

Félix Jr. - Na Câmara brigo muito pela educação, se conseguir fazer algo pela educação no país, acho que já valeu o meu mandato. Assim, quando chego em Itabuna e Ilhéus, onde tem o reitor Joaquim e a professora Acácia, em Conquista, o reitor Abel, isso me estimula a continuar na defesa da educação. O partido segue organizando seus diretórios, comissões provisórias, listando nomes com capacidade e qualidade, para enfrentar o desafio das urnas. Eu mesmo ajuda a fazer esse trabalho de identificar bons nomes, vamos debater tudo isso, considerando que somos da base e votamos para eleger o governo Wagner e o da presidente Dilma. Nesse contexto temos o Abel em Conquista, hoje ele está colocado como candidato a prefeito, se amanhã a discussão for ele ser vice, ou ter um vice de outro partido, vamos avaliar. Uma coisa que gostaria de deixar claro: precisamos acabar com a história de se falar mal dos políticos, a hora de falar mal é na eleição, no voto. A população, os cidadãos, precisa participar e saber com antecedência em quem vota, agora, votar é coisa séria e não se pode brincar. Fazer a escolha errada e depois se lamentar é que não pode, ou então generalizar que todo político é malfeitor. Não, não é bem assim, a responsabilidade é de todos e o voto, repito, é coisa séria.

 

 BTD – Deputado, como o senhor viu todo esse processo da mídia contra o ministro Orlando, assim como a decisão da presidente Dilma.

Félix Jr. – Olha, claro que a presunção da inocência é tema constitucional, não se pode enxovalhar a vida de ninguém. Agora, se tiver irregularidade, se for constatado algum malfeito, que se mude, que se troque ministro ou qualquer outra autoridade e, se for um ministro, que esse ministério nunca fique com o mesmo partido. Essa é a minha opinião. A presidente Dilma o país já conhece, ela não compactuará com nada que não seja correto, portanto, a decisão que ela adotou no caso do Esporte foi o acertado, diante dos elementos que tinha. Não podemos consentir com coisas erradas no país.

 

BTD – Deputado, do que o senhor já produziu, quais os principais projetos?

Félix Jr. – Eu não me fixo apenas nos projetos da educação, apesar deles serem os essenciais no meu mandato. Tenho o seguinte raciocínio: um povo educado é o melhor para a sociedade, aí melhora o nível dos representantes e por consequência melhora o país. É um ciclo virtuoso, para o bem de todos. Por isso me debruço sobre a educação e tenho projetos nessa área, concluo ainda esse mês (outubro) um relatório sobre o projeto de educação integral para as crianças com família com renda inferior a um salário mínino per capta, podendo transformar para educação infantil integral para todas as faixas etárias, sem distinção. Apesar desses, tenho outros de interesse da sociedade, como o que fixa responsabilidade para as concessionárias de pedágios. O usuário não pode ser sacrificado nas filas - já paga caro pelo serviço – então, nosso projeto fixa em cinco minutos o tempo máximo de espera, caso contrário a passagem se torna livre, tem outro da maioridade penal, o de abatimento integral no imposto de renda para despesas em educação, só para citar alguns. Sempre sugiro que o cidadão, todos os que votam, fiscalize o parlamentar, uma maneira de se fazer isso é acessar o portal da Câmara, acompanhar os mandatos. Se você acessar o meu vai saber que não votei a favor do trem-bala, quando o nosso metrô está aí no meio do caminho, na doação de quase 300 milhões de reais para o Paraguai (energia de Itaipu), na lei especial de licitações para a Copa e por aí vai. Esse acompanhamento o eleitor deveria fazer, agindo assim ele se educa politicamente e erra menos na urna.

 

BTD – O governo Wagner, o PDT é base aliada, tem secretário no governo, tem a maior base aliada na Assembleia, qual a sua opinião sobre isso?

Felix Jr. – O governo Wagner de saída é bem intencionado, isso é muito importante. Quanto à base de apoio isso é engraçado, digo aos amigos que governo forte transforma em fraco o parlamento fraco e isto não é bom. Wagner tem hoje 50 dos 63 deputados, nem ACM na sua época áurea teve isso. Significa dizer também que o parlamentar termina mais dependente do governo, isso tem consequência na eleição. Agora acho que os poderes devem continuar independentes, diferenciar essas coisas, cada um no seu lugar, sou contra o entreguismo do parlamento. Que se brigue, arranque os cabelos, mas tenham atitudes civilizatórias e de consenso em defesa da sociedade.

 

BTD - Como fazer isso, deputado, quando o governo atrofia o Legislativo com tantas medidas provisórias?

Félix Jr. – Ano que vem teremos uma boa oportunidade, na eleição municipal, aí é o poder local, onde as pessoas vivem e trabalham, sofrem as consequências de todas as políticas. Portanto, seria um bom começo escolher bem, escolher os melhores e com compromissos com o interesse público e coletivo, repito: não se deve votar como brincadeira, o voto na pessoa escolhida é coisa muito séria e é por ai que começamos a construir um parlamento digno, forte, independente.

BTD – E as obras da Copa, as licitações, essa Lei Geral da Copa, a tabela anunciada pela Fifa, tem muita gente criticando e dizendo que Salvador foi prejudicada.

Félix Jr. – Olha, não sou desses que torce para o Brasil perder, quero que nossa seleção ganhe, não vou torcer pelo Brasil ficar em segundo lugar, por mim o time não passa por aqui se tiver de perder. Quero-o em primeiro sempre. E sobre essa questão de chocolate (alguns coleguinhas disseram que Fortaleza saiu na frente e que o chocolate de Wagner em Paris saiu caro), quero dizer que chocolate bom mesmo quem tem é Itabuna, a terra do cacau. Gostaria de falar mais sobre esse debate das licitações, temos uma legislação, a 8.666, o que não podemos ter é legislação diferente para a Petrobras, o regime especial para a Copa porque a Fifa exige. Ora, se o prefeito e o governo estão cumprindo a 8.666, ela tem que ser para todo mundo, ou então se reforme a legislação. Não podemos ter três ou quatro regimes diferenciados, temos um trabalho lá na Câmara para reformar a 8.666, são 80 projetos em estudos, o que não vale é esse discurso de que o tempo exige isso e aquilo. Se tem defeitos e o tempo é curto, isso vale para prefeito, governador, presidente, todos. Então, o consenso: reforma-se a lei para todos.

 

BTD – Sobre a mobilidade urbana em Salvador, o chefe da Casa Civil, João Leão (PP) fez comentários, disse que o governador um dia verá o erro que cometeu com o metrô em Salvador, na Paralela.

Félix Jr. – Se Wagner errou, graças a Deus, não podemos discutir hoje o que é melhor, pelo amor de Deus, ônibus nunca foi melhor. Wagner enfrentou um forte lobby do transporte urbano, que nunca levou em conta os interesses da população. Eles são o atraso na cidade e Wagner, se errou, foi graças a Deus, a Bahia ganhou com o metrô, vamos ter a Arena Fonte Nova e não me venham com essa história de dificuldades, fazemos um Carnaval com dois milhões de pessoas e sempre funcionou.

 

BTD - Vi outro dia seu companheiro Marcos Medrado se lançando pré-candidato a prefeito, desde que apoiado pelo presidente Lupi e o partido na Bahia. E aliança em Salvador, vai ter ou é candidatura própria?

Felix Jr. – Sou do PDT, fui eleito pelo partido e apoiei Wagner, Dilma e os dois senadores, mas não temos que ficar subordinados ao PT. Se o meu partido tiver candidato, tenho que olhar isso com cuidado. Em Salvador é mais complicado para mim, pois tenho uma irmã no PV (vereadora Andréa Mendonça) que se anuncia candidata. Caso se confirme, eu já estou todo verde.

BTD – E o mandato dela, dizem que estão querendo tomar. Tem o quê de verdade isso?

Félix Jr. - Olha, no caso da vereadora Andréa, tem uma informação de que o Ministério Público questiona a saída de parlamentares. Ela saiu do DEM, sob a condição de que não haveria retaliação nem qualquer questionamento. Saiu por sobrevivência política, o DEM tinha declarado oficialmente através dos seus dirigentes que ela (Andréa) não seria candidata pelo partido, não teria a legenda. É um caso grave de discriminação pessoal e motivo de justa causa. Então, com esse raciocínio, ela se transferiu para o PV, sem problemas. Acredito que o Ministério Público, depois de conhecer os motivos da mudança, não tomará nenhuma atitude contra Andréa.

 


 

 

Frota Jeremoabense 2011 cresce 14%

Divulgamos a frota do município de Jeremoabo, posição em 30.09.2011, comparando-o com o mesmo número de veículos licenciados em outubro de 2010. .

                        30.10.2010   30.09.2011

Auto                    853             993

Camioneta            288             338

Caminhão               82               96

Onibus                   41               44

Microonibus           27               30

Moto                   1871           2125

Outros                  116             135

TOTAL               3278             3761

 Variação de crescimento de 14,73%.

Considerando-se o número de veículos licenciados totais Jeremoabo ocupa a segunda colocação atrás apenas de Paulo Afonso, na região do Detran de Paulo Afonso (BA). A tabela completa da região apresenta:

 ABARE: 1507 veículos

ANTAS: 1379 veículos;

CHORROCHO: 546 veículos;

CORONEL JOAO SA: 1074 veículos;

GLORIA: 2004 veículos;

MACURURE: 349 veículos;

NOVO TRIUNFO: 686 veículos;

PAULO AFONSO: 38794 veículos;

PEDRO ALEXANDRE: 411 veículos;

RODELAS: 1138 veículos;

SANTA BRIGIDA: 1090 veículos;

SITIO DO QUINTO: 993 veículos

 

Pesquisa: Pedro Son

 Fonte: www.detran.ba.gov.br

 

 

Inaugurada nova sede da COOPERAPIS em Jeremoabo

Aconteceu na manhã de quinta-feira (20), a inauguração da nova sede da Cooperativa dos Apicultores Integrados do Sertão da Bahia (COOPERAPIS), que contou com as presenças do Prefeito Municipal João Batista Melo de Carvalho; do Superintendente da CAR,  Dernival Oliveira; do Coordenador de Assistência Técnica da CAR, Romildo Pierre; do Presidente da Central de Cooperativas dos Apicultores da Bahia-CECOAPI,  Franciélio Macedo; do Técnico Eduardo Farias, Coordenador do projeto ATER de apicultura; de vereadores;  do atual Presidente Marcos Carlos de Lima Souza; do ex-presidente Osmar Mutti Junior; do Líder político Derí do Posto Paloma; de representantes do Governo do Estado, técnicos, apicultores e representantes de municípios da região.

Para o presidente da CECOAPI, Franciélio Macedo, a nova sede vai melhorar o ganho dos apicultores. “Isso é um bom resultado para os apicultores, principalmente os pequenos, que se juntando fortalecem a cadeia produtiva. O resultado virá diretamente para o apicultor que vai vender o seu mel diretamente e obter um resultado financeiro melhor”.

O antigo prédio foi reformado e adaptado às condições de funcionamento que atenda às necessidades de todos associados da COOPERAPIS, com instalação de equipamentos para o acondicionamento do mel e da construção de duas salas sendo uma para a administração e a outra destinada a coordenação do projeto ATER.

Falando sobre a aquisição da nova sede, Eduardo Farias enalteceu as parcerias institucionalizadas através da SEDIR-CAR, SEAGRI-SUAF e se emocionou da nova aquisição. “Eu poderia deixar de dar uma declaração, pois não tenho palavras, tamanha é minha emoção, mas quero dizer que a comunidade apícola tem o maior grau de agradecimento ao gestor público por essa atitude. Talvez ele não tenha ainda o discernimento do que ele fez pela apicultura do nosso município, e de outros como Santa Brígida, Pedro Alexandre, Coronel João Sá, Antas Novo Triunfo e Sítio do Quinto. A COOPERAPIS não atua somente em Jeremoabo, tem sua sede aqui, mas atua em vários municípios. Eu posso garantir, que esta sede, com este espaço físico, é a melhor sede no Território Semiárido Nordeste II”.

O prefeito de Jeremoabo João Batista, o Tista, visitou as instalações internas da nova sede e disse que o município é o segundo maio produtor de mel da Bahia, que precisa tirar proveito disso e ter maior fiscalização. “Sabemos que tem muita gente invadindo o município e rotulando o mel com o nome de outra cidade. Nós precisamos ter maior controle. Esse investimento, realizado em parceria do município com o Governo do Estado, é para que a gente se torne o maior produtor da Bahia”.

A partir agora, a sede da COPERAPIS funcionará no antigo matadouro municipal, localizado à Rua Governador Landulfo Alves s/n.

fonte: adalberto moreno/www.jeremoaboagora.com.br

Começa a corrida eleitoral 2012 em Jeremoabo

Começou a corrida eleitoral com o encerramento do prazo de filiação dos que pretendem concorrer a algum cargo público nas eleições de 2012. Divulgamos, em primeira mão, a relação dos partidos constituídos no município e presidentes de comissões provisórias e diretórios que, sem dúvida, começa a direcionar algumas proposições. Agora é hora de começar as apostas!

PRESIDENTE Membro          Endereço

DEM        ANTONIO JADSON DO NASCIMENTO       RUA DEP LUIZ EDUARDO MAGALHAES, 20

PC do B  PAULO ANTONIO DA SILVA                       RUA MONSENHOR MAGALHAES, 200.

PDT         PEDRO PEREIRA DA SILVA FILHO             RUA DA MAÇANARIA,11

PMDB      MANOEL BONFIM VARJÃO                         RUA DR. JOSÉ DA COSTA BORGES, S/N

PP            DERISVALDO JOSÉ DOS SANTOS             BR 110 KM 79

PR            JOÃO VICENTE BONFIM VARJÃO               RUA DESEMB. ZACARIAS L. DE CARVALHO

PRTB       JOSÉ EDIELSON DE ANDRADE JUNIOR  AV. BARÃO DE JEREMOABO, 44

PSB         ADALBERTO TORRES VILAS BOAS           RUA MAÇONARIA, 10

PSC         MANOEL JOSÉ SANTANA DANTAS

PSD         JOÃO BATISTA MELO DE CARVALHO       AVENIDA SENHOR DO BONFIM, S/N.º

PSDB      JOSE MESSIAS DO NASCIMENTO             RUA LINDAURA COELHO DE ALMEIDA

PT            MARIA DAS DORES SERAFIM DOS SANTOS          AVENIDA SÃO JOSÉ , S/N

PT do B   VALADARES FARIAS NETO                        RUA LANDULFO ALVES, Nº 213

PTN         JOSE FABIO DOS SANTOS                         RUA DUQUE DE CAXIAS, 353

PV            ELIEL SOUZA DE OLIVEIRA                        RUA DA MISSAO S/N

Os partidos PSL (mandato vencido em 20.04.2011), PTB (mandato vencido em 30.04.2011) e PTC (mandato vencido em 2009) não possuem Comissões Provisórias ou Diretórios com situação vigente.

Iremos compilar a composição dos diretórios e comissões para divulgação, tão logo seja concluída.

Observação: Esta matéria foi retificada em 02.11.2011 com a inclusão do PSC, cujo presidente não foi divulgado na matéria inicial 

Chuva chega em Jeremoabo e região

Jeremoabo: Chuva causa transtornos na BR 235

Por Tony Filho

Mal começou a obra de recuperação da BR 235 e a situação já é crítica. A chuva que caiu na noite de ontem, 18, está causando transtornos para os motoristas, por conta dos atoleiros ao longo do trecho que liga o povoado Canché em Jeremoabo a Carira na divisa do estado de Sergipe.

Hoje, 20, pela manhã, muitos motoristas tiveram que buscar alternativas para chegar até Jeremoabo, já que  próximo à Fazenda Sr. Bonfim, a três quilômetros do Trevo da BR  110/235, alguns veículos acabaram atolando e deixaram a pista interrompida durante horas.

O caminhoneiro Raimundo teve que dormir na carreta que ficou parada durante toda a noite. “Eu saí de Estância em Sergipe e acabei atolando aqui. Eu ia descarregar no povoado Jequiá que fica perto daqui, mas acabei derrapando e caindo na valeta”, lamenta o motorista.

De acordo com as previsões meteorológicas do site Climatempo, a tendência de chuva deverá continuar durante o dia e a noite. O volume de chuva estimado para hoje é de 25 milímetros. Ontem choveu, na área onde os veículos estão tendo dificuldade para trafegar, em torno de 60 milímetros.

Aos que quiserem se arriscar, vale lembrar que terão de conviver com a possibilidade de atolar e com o perigo de atravessar várias pontes que estão em situação lastimável.

As reclamações de alguns motoristas contrastam fortemente com a alegria dos sertanejos, porque as chuvas chegaram no momento em que a comida já estava escassa e o baixo nível dos açudes já preocupava a maioria dos fazendeiros.

Fonte: www.jeremoaboagora.com.br

Nota do site: As chuvas ainda caem, não só em Jeremoabo mas em toda região. Hoje o dia foi num clima de inverno com chuva miúda constante e tempo fechado e nublado. Percebe-se o sorriso claro dos criadores e o clima festivo no ar, saudando a chegada da bem-vinda chuva.

 

Entrevista em rádio pára Jeremoabo

Hoje, Jeremoabo parou ao meio-dia.  A Rádio Jeremoabo FM transmitiu, ao vivo, no programa “notícias da 106”, ancorados por Adalberto Moreno e Márcia Penedo, esclarecimentos à população com a participação do Promotor público Municipal, Dr. Leonardo Bitencourt e prefeito Municipal, João Batista Melo de Carvalho. Na pauta, a convocação dos servidores públicos concursados e a consequente retirada dos contratados, além de outros esclarecimentos à população, sendo lido, também, no ar, o Termo de Ajustamento de Conduta que selava o acordo e que logo estaremos publicando aqui no site.

Ficou acordado a retirada de folha de pagamento dos servidores contratos até o dia 27.12.2011 e convocação dos concursados sendo que, especialmente para a área de educação, serão empossados no final de janeiro 2012. Quanto aos servidores contratados em programas temporários deverão ser realizados processos seletivos para ocupação das vagas.

O Dr. Promotor aproveitou o espaço para conclamar a população no auxílio do combate aos problemas pelos quais a sociedade sofre como drogas, estupros, assassinatos, etc. e apesar de muitos elogios ao comandante da Polícia Militar, Capitão Jorge Júnior e ao Delegado da Polícia Civil, Dr. Cícero, à Guarda Municipal, disse que só com a participação atuante de todos na denúncia das situações que perturbam a ordem pública é que se conseguirá trazer a paz sonhada por todos.

O Prefeito Municipal também se pronunciou dizendo de sua vontade na regularização da situação, e apesar de que muitas famílias sofrerão com o corte, será uma medida justa e que trará estabilidade aos servidores que tomarão posse evitando perseguições políticas como as ocorridas em passado recente.

O programa parou a cidade e região e foi comentário geral durante todo o dia pela clareza, transparência e esclarecimentos. Embora as perguntas não pudessem ir ao ar, a rádio recebeu mais de 100 telefonemas e e-mail com pedidos de esclarecimentos.

Escrito por: Pedro Son