Jeremoabo: homem reage e é morto pela polícia civil

Categoria: Notícias
Criado em Quarta, 23 Novembro 2011 01:15
Publicado em Quarta, 23 Novembro 2011 01:15
Acessos: 1049

Jeremoabo: homem reage à prisão e é morto pela polícia

João Batista dos Santos de Jesus, conhecido como João Grilo, 50 anos, residente no Povoado Maxixe, no município de Jeremoabo, foi alvejado a tiros, na noite desta segunda-feira, 21, por volta das 18h00, na Praça Coronel Antônio Lourenço de Carvalho, no centro da cidade, durante confronto com a Polícia.

João Batista foi visto portando um facão e com atitude ameaçadora. Um tempo depois ele esteve na delegacia ameaçando cortar a cabeça do Delegado Cícero Gomes que, ao tomar conhecimento, acionou uma guarnição e saiu à procura de João. Ao ser abordado pela guarnição, o homem reagiu de forma violenta, investindo contra os policiais  e acabou sendo alvejado. Os policiais prestaram socorro, conduzindo a vítima ao Hospital Municipal de Jeremoabo, mas a mesma não resistiu aos ferimentos, vindo a óbito.

De acordo com um dos  familiares de João Batista, ele já havia sido preso por um ano em Paulo Afonso, por tentativa de agressão à polícia. João Batista tomava remédios controlados e quando parava ficava extremamente violento.

Fonte: Adalberto Moreno?www.jeremoaboagora.com.br