Missionários jeremoabenses participam da 18ª Experiência Missionária da Diocese de Paulo Afonso BA

 

 11 (onze) missionários de Jeremoabo participam das missões 

 Missionários jeremoabenses participam da 18ª Experiência Missionária da Diocese de Paulo Afonso BA

 Por: Pedro Son (colaboração de Ivone Lima e Jussimara Flor)

 A cada ano, a Diocese de Paulo Afonso vive um momento único e bonito de vida no meio do povo, que são as experiências missionárias, em locais diversos a cada ano.

Desta vez, a 18ª. Experiência Missionária será na Paróquia Sagrada Família, no BTN em Paulo Afonso BA, parte do município que hoje conta com mais de 50 mil habitantes, com o tema: “Batizados e enviados, a Igreja de Cristo em Missão no Mundo”. A acolhida dos jovens aconteceu neste sábado (5) e a caminhada pelas comunidades rurais e urbanas acontece de hoje (06) até o dia 13.

Participam missionários de Paripiranga, Fátima, Glória, Banzaê, Cícero Dantas, Paulo Afonso, Jeremoabo, Santa Brígida, Abaré, Ribeira do Pombal, Pedro Alexandre e um missionário de Feira de Santana. A delegação de Jeremoabo-BA conta com 11 (onze) pessoas, sendo a Irmã Natalina, o seminarista Jairo, quatro jovens do “Nascidos da Cruz” e mais cinco jovens. Entre eles, Jussimara Flor, jeremoabense que faz parte da Coordenação Missionária e que vai participar de sua 12ª. Missão. Falando ao site da Diocese, disse que:

“Hoje iniciamos mais uma experiência missionária, saímos de nossas casas a convite do Senhor. Chegamos por volta das 17 horas na igreja da Sagrada Família e desde esse momento fomos recepcionados com muita alegria por toda a paróquia. Em seguida nos acomodamos nas casas das famílias. Por último, participamos de um momento de espiritualidade, de encontro com cristo. Aqui foi possível ficar ainda mais perto do senhor e sentir ainda mais a sua presença dentro de nós”, relatou Jussimara Flor. 

Em conversa conosco, Jussimara ainda explica quem pode ser missionário: “Todos nós, batizados, leigos, padres religiosos e membros de comunidades somos chamados a ser missionários. Para a experiência missionária é preciso somente de boa vontade, disponibilidade e ser engajado nas pastorais e que atuem realmente na Paróquia”. Quem sabe, no ano que vem, aumentemos em muitos o número de missionários!

Hoje, 19 horas, o Bispo Dom Guido celebrará a missa de envio na igreja matriz da Sagrada Família! Quanto ao espirito cristão da missão, D. Guido Zendron, Bispo diocesano, em missões anteriores disse que:

“Uma vez que Jesus Cristo nos acolhe e nos chama tudo é transformado; é como quando dois começam a se gostar cada dia que passa cada gesto se for sincero aproxima, eis o cristianismo: uma aproximação sem preconceito, quando nós encontramos alguém que na simplicidade nos dar testemunho da presença de Jesus ele nos ajuda a nos conhecer melhor; é uma virtude da missão tanto ajuda ao missionário como a quem ele encontra”, explicou o bispo sobre a natureza da missão diocesana.

 

 

 

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar