Jeremoabo-BA: Muita gente subiu a Serra da Santa Cruz que continua linda

 

 Mais uma sexta-feira santa com muitos fiéis subindo a serra"

 

Jeremoabo-BA: Muita gente subiu a Serra da Santa Cruz que continua linda

Por: Pedro Son

 “A Serra da Santa Cruz continua linda ... a Serra da Santa Cruz continua bela”. Parodiando a música famosa de Gilberto Gil quando cantou o Rio de Janeiro, hoje foi mais um dia de subirmos a serra. Como sempre imponente e bela, atraindo a atenção da população jeremoabense e de outros que nos vistam nesta data.

Agora com pavimentação asfáltica, com acesso mais facilitado ainda, continua sendo continua assim sendo o nosso maior ponto de turismo, teve o fluxo turístico aumentado, além de estar servindo de ponto de caminhada de manhãzinha e à tardinha, com muitos adeptos. Tivemos um fluxo bem maior esse ano e claro que o asfalto facilitou a subida de automóvel muito embora a maioria dos motoristas foi sensata e estacionou embaixo.

Bonito de se ver o sobe e desce, uma movimentação contínua que lota a estrada que leva ao topo da Serra. Lá em cima rezam, confraternizam-se, batem papo, revê amigos e ficam a deliciarem-se com a bela vista de nossa cidade e de nosso município.

Uma participação muito positiva hoje foi a presença da Guarda Municipal, com doze homens, prestando todo tipo de segurança e o 1º. Grupamento de Bombeiros Civil de Jeremoabo-BA, com sede de treinamento na Serra e a postos para atuação.

Faltou talvez o preenchimento do tempo com uma programação mais intensa mais o do que as vias sacras que ocorreram às 4 horas, às 6 horas e às 9 horas, já que depois ficou um pouco vazio. Talvez uma celebração mais especial e até uma Peça Teatral com a Paixão de Cristo, por exemplo.

Finalmente, sonho com o dia em que tenhamos um projeto de turismo que venha trazer um dinamismo maior à Serra.

Não há melhor lugar do que aquele para um Museu que conte nossa história, a história do cangaço e da formação do povo desta região do Nordeste, com Cineclube, auditório para conferências e seminários, barzinho, restaurante, etc. convivendo pacificamente com o turismo religioso.

A SANTA CRUZ

A Serra da Santa Cruz, historicamente, é o local mais religioso de todo o Nordeste da Bahia com precisão incerta de quando teria surgido. Para quem lê a matéria e não conhece, é um local de imensa tradição religiosa no pagamento de promessas. Tem uma Capela, uma cruz vista de toda a cidade e as pessoas vão ali soltar fogos em pagamento de promessas ou deixar mão, braços e cabeças de madeira em agradecimento a graças alcançadas.

Como surgiu a Serra da Santa Cruz no tempo é uma coisa ainda difícil de se estabelecer visto que a lenda do Chico Gato é uma coisa mais recente, mas é apenas uma lenda, uma estória. Nas minhas pesquisas descobri que lá pelos anos 1.700, um bandeirante Belchior Dias esteve procurando ouro nas serras da Santa Cruz de Jeremoabo e Jacobina.

 

Conta-se que em 1587, Moribeca, um sertanista filho de índia e português encontrou as minas de prata do Sertão da Bahia. Demarcou o caminho de volta e traçou um mapa para o retorno mas ficou doente e morreu. Robério Dias, filho de Moribeca, empreendeu a viagem pelos sertões. No documento que conta a história da viagem de Robério Dias (Diário Oficial da União, de 28.03.1894, página 1, seção 1), diz-se que: “Assim, de uma inscrição achada no alto da serra de Geremoabo, junto a uma capela da invocação da Santa Cruz, chegou-se a concluir que por ali andou Robério Dias.” Que inscrição seria essa? Não sei. O que se afirma é que Robério Dias, no Século XVI esteve na Serra da Santa Cruz.

Outros documentos mostram que a viagem de Robério Dias foi realizada provavelmente em 1753 (https://pt.wikipedia.org/wiki/Manuscrito_512), pouco tempo depois que Jeremoabo transformou-se em Freguesia (1718).

Imagens: Pedro Son e Alan Mota.

 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar