Moradores de Cipó-BA são presos na Argentina por suspeita de estupro seguido de morte

 

 Na imagem os baianos e argentinos em comemoração

 

Moradores de Cipó-BA são presos na Argentina por suspeita de estupro seguido de morte

Seis brasileiros foram presos no município de Corrientes, na Argentina, após uma jovem de 15 anos, ser encontrada morta no interior de um quarto numa espécie de albergue, onde o grupo estava hospedado, fato ocorrido na última terça-feira no bairro San Marco.

De acordo com informações, a polícia só tomou conhecimento do caso, após um vizinho da vítima procurar as autoridades pedindo por socorro, no mesmo momento em que solicitava uma ambulância. Os policiais se dirigiram até o local, onde encontraram a jovem Irina Diana López, 15 anos, já sem os sinais vitais, apresentando sangramento na genitália.

Ao todo foram presas sete pessoas, dentre elas seis brasileiras, e uma argentina, sendo que esta última foi liberada após prestar depoimento. Um dos brasileiros foi capturado no momento em que tentava embarcar no Terminal Rodoviário da cidade. De acordo com informações, no grupo existem moradores de Cipó-BA, e atualmente residiam no local do crime, onde trabalham como vendedores ambulantes, e que até o momento foram identificados pelos seguintes sobrenomes: De Jesús Santana, 27 anos; Macedo de Souza, 23 anos; Silva Junior, 23 anos; Wenderson,22 anos; além de mais dois homens com sobrenome De Macedo de 23 e 36 anos. Vale ressaltar que uma mulher está entre o grupo de brasileiros presos.

O fato ocorreu no quarto de um corredor localizado na Rua Honduras, bairro San Marco, em Corrientes, Argentina. A adolescente Irina Diana López, 15 anos, foi encontrada pela própria irmã, nua, sem os sinais vitais apresentando sangramentos na genitália, no momento em que um grupo de pessoas, entre elas brasileiras e argentinas, estava reunido, fazendo uso de bebidas alcoólicas, bem como entorpecentes.

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar