Jeremoabo: Com muita comoção e participação popular, Elvira é enterrada em Água Branca

Categoria: Destaques principais
Criado em Quinta, 16 Junho 2016 22:27
Publicado em Quinta, 16 Junho 2016 22:27
Escrito por Pedro Son
Acessos: 7091

 

 Elvira faleceu repentinamente aos 44 anos 

 

Jeremoabo: Com muita comoção e participação popular, Elvira é enterrada em Água Branca

Foi enterrada ontem (16), no Cemitério do povoado Água Branca, em Jeremoabo, nordeste da Bahia, a Sra. Elvira Silva, 44 anos, filha do conhecido casal Helena Souza Silva e Sebastião Lima Silva, falecida em São Paulo (SP) no último dia 14, deixando saudosos os irmãos Raquel, Rogério, Eduardo e Andréia, além de toda comunidade onde Elvira cresceu servindo a todos, principalmente em sua trajetória na Igreja como catequista e participante ativa das atividades católicas.  

Mais uma fatalidade na família que também perdeu mais duas filhas, mortas na mesma circunstância: de repente, uma forte dor de cabeça e mal tem tempo de chegar ao hospital, termina falecendo.

A cerimônia final aconteceu pela manhã com a celebração de corpo presente conduzida pelo Padre Ramos, Vigário da Paróquia, que em sua homilia destacou que “o céu é a nossa vida em Cristo, como unha e carne... para quem assim age terá a certeza da vida eterna”.  

D. Helena, utilizou da palavra para dizer da sua tristeza e, ao mesmo tempo, sua consciência de que aceitava os desígnios, enaltecendo os serviços de Elvira prestados a Deus e ainda, mostrando uma ímpar fortaleza, cantou o salmo “O Senhor é minha luz, Ele é minha salvação, que poderei temer, Deus é minha proteção”, momento que emocionou toda Igreja, lotada pelos amigos e parentes.

Enquanto o ex-padre Lázaro, responsável pelos cantos da celebração, entoava o “Segura na mão de Deus”, o corpo seguiu para seu canto final, no Cemitério da comunidade.